Inserção de Refugiados São Paulo

Empresas e ONGs se encontram na 4ª edição do evento Refugiados no Mercado de Trabalho

Foto de Susana de Souza Veja todos os posts de Susana de Souza Empresas e ONGs se encontram na 4ª edição do evento Refugiados no Mercado de Trabalho

Na última quinta-feira (6/6), mais de cem pessoas participaram da 4ª edição do evento Inserção de Refugiados no Mercado de Trabalho, organizado pelo Comitê de Inserção de Refugiados do Grupo Mulheres do Brasil.

Integrantes do Comitê Inserção de Refugiados e participantes do evento – Foto: Divulgação

Voltado para departamentos de Recursos Humanos, o encontro foi recebido com coffee break no escritório Tozzini Freire Advogados e boas-vindas da sócia Dra. Maria Elisa Verri. Na sequência, Marisa Cesar, CEO do Grupo Mulheres do Brasil, apresentou o grupo e Luiza Helena Trajano, presidente do Grupo, fez a abertura: “O posicionamento da sociedade civil em relação às questões da diversidade é muito importante”. Ela relembrou a importância a atuação do Grupo Mulheres do Brasil e das experiências de contratações com muito impacto positivo seja no grupo, seja no Magazine Luiza, empresa da qual é presidente do Conselho de Administração.

Luiza Trajano, na abertura do evento – Foto: Divulgação

Camila Sombra, da Agência da ONU para Refugiados – ACNUR -, trouxe um panorama do refúgio global e números nacionais: “Hoje há mais brasileiros saindo do país do que refugiados chegando”. Apresentou também o recém-lançado estudo sobre o perfil socioeconômico de refugiados no Brasil, com o dado que escolaridade dessa população é acima da média do país (leia o relatório completo aqui).

Para falar mais sobre experiências de contratações, as empresas 100% Eventos, Carrefour, JLL e Sodexo participaram de uma mesa coordenada pela voluntária Sylvia Tirola. Atualmente com funcionários refugiados, relataram a preparação para o acolhimento, os processos de admissão e integração. Segundo as corporações, o balanço se mostrou positivo para todas as partes envolvidas: funcionários, refugiados e empresa.

Representantes de empresas fizeram seus relatos – Foto: Divulgação

As ONGs que facilitam essa relação também foram ouvidas. Instituto Venezuela, Migraflix, Instituto Techmail, PARR, Adus e Estou Refugiado fizeram um bate bola com a líder do Comitê Eliane Figueiredo. As organizações contaram sobre seu funcionamento e atuação para a inserção de refugiados no mercado de trabalho, respondendo perguntas sobre seus processos e desafios.

Deram seus depoimentos também dois refugiados angolanos, João e Maeza, que passaram pelo programa de Jovem Aprendiz do Instituto Techmail. Após passar pela formação, ambos foram contratados pelo Tozzini Freire e falaram com muita gratidão do processo e aprendizado. A parceria foi fruto de uma ação do Grupo Mulheres do Brasil com o Instituto Techmail e com o patrocínio de diversas empresas como: o ex-grupo BB Mapfre, Blue Tree , Gradual Investimentos, Magazine Luiza, Projeto RH, Serasa Experian, Techmail, Tokio Marine Seguros Tozzini Freire, Unicred e pessoas físicas do Grupo Mulheres do Brasil. Lucia Zeleva, do Congo, também deu seu depoimento sobre ser acolhida no Brasil. Ela foi coachee de Marisa César e participou do programa Empoderando Refugiadas da ONU.

Depoimentos emocionantes dos refugiados João e Maeza, angolanos, e Lúcia Zeleva, do Congo – Foto: Divulgação

O evento foi considerado um sucesso por todos os participantes e já teve as primeiras repercussões. Na sexta (7/6), as primeiras vagas para refugiados foram divulgadas e voluntárias já entraram em contato para saber mais dos trabalhos realizados pelas ONGs.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.