Grupo Mulheres do Brasil

Alinhamento Estratégico – porque juntas sempre somos mais fortes!

Foto de Susana Veja todos os posts de Susana Alinhamento Estratégico – porque juntas sempre somos mais fortes!

A reunião de Alinhamento Estratégico, realizada dia 28 de novembro, um domingo, no espaço Arena Magalu, em São Paulo, foi um dia memorável em que 350 lideranças do Grupo Mulheres do Brasil se encontraram presencialmente, cheias de energia, para comemorar e compartilhar sonhos e projetos que estão fazendo a diferença pelo mundo.

A reunião teve o formato híbrido, com várias participantes acompanhando virtualmente, e foi conduzida com maestria por nossa querida presidente Luiza Helena Trajano, e com muita assertividade pela nossa CEO Alexandra Segantin, que acaba de assumir a liderança do grupo.

Talvez para algumas mulheres tenha ficado alguma dúvida sobre o porquê de uma reunião de “alinhamento estratégico” ao invés de já partir para o planejamento.

“Depois de um acontecimento tão grave que acometeu o mundo – a pandemia –, que é quase uma situação de pós-guerra, não dá para simplesmente tocarmos as coisas do mesmo jeito. É preciso realinhar as expectativas e os objetivos. A partir disso, o planejamento estará mais bem alicerçado e o Grupo Mulheres do Brasil vai criando raiz, pois quando a tempestade chega nós sabemos onde está o propósito nas escolhas que devemos tomar”, explica Alexandra Segantin.

E para que esse objetivo fosse alcançado, o tom da reunião foi marcado por um grande espaço de escuta ativa, empatia e diálogo, no qual as líderes dos comitês temáticos e dos núcleos regionais tiveram a oportunidade de apresentar como funcionam suas estruturas, bem como compartilhar projetos incríveis que estão já estão mudando diversas realidades.

A ideia é que esses projetos sejam replicados em outras cidades, como o Polo Pós-Covid, inaugurado em Ribeirão Preto, um serviço multidisciplinar de apoio a pacientes com sequelas da Covid-19. Também apresentaram seus projetos os Núcleos: Campinas – Estacionamento Consciente e Tampinha e Lacre Companheiro; Curitiba – #Partiu ao Topo; Dublin – Juntas Somos mais Fortes; Franca – Centro de Referência e Apoio à Mulher; Juiz de Fora – Corrida contra o Câncer; Paris – Combate a Violência contra a Mulher; Porto Alegre – Mulheres de Sucesso; Vale do Silício – Mulheres Cientistas.

A emoção foi um sentimento presente em todas as atividades e falas, a cada música tocada e cantada. “Uma mulher puxa a outra”, cantaram e dançaram em uníssono as 350 vozes presentes, na cadência da cantora e compositora Flávia Saolli, unindo ainda mais todas no mesmo propósito.

Com um chamado da Luiza para o “aumento do nível de consciência”, as dinâmicas em grupo trouxeram à reflexão as necessidades básicas do país atual e qual o papel do grupo frente ao cenário que se apresenta. Os resultados consolidaram as metas globais para o planejamento 2022: Pula para 50 – mais mulheres na política; Planejamento para o decênio 2022 a 2032 – contemplando os pilares Saúde, Educação, Emprego, Habitação; e Ciência na Saúde.

As reflexões lançaram ainda um olhar atento à questão da Sustentabilidade, tanto no presente como no futuro, pois o impacto das mudanças climáticas já estão trazendo consequências, inclusive de gênero. Portanto, todas as ações e projetos do Grupo devem considerar os princípios estabelecidos pelos Objetivos de Desenvolvimento Sustentáveis (ODS) em todas as áreas.

A reunião foi abrilhantada pela palestra inspiradora da velejadora Tamara Klink, que falou sobre os desafios e superações, ao decidir “navegar consigo mesma”, aos 24 anos, enfrentando o oceano, em uma viagem de 3 meses, saindo de Nantes, na França, chegando em Recife, no Brasil.

O espaço Terratersã foi um acontecimento à parte, pois todas tiveram oportunidade de conhecer de perto esse projeto e-commerce do Grupo Mulheres do Brasil que viabiliza a comercialização da produção das artesãs do Ceará, o que para muitas é a única fonte de renda. Durante o evento, era possível observar as participantes “desfilando” seus lindos colares da Terratersã, que generosamente presenteou a cada uma com uma peça artesanal confeccionada com sementes e cascas de coco.

“O nome alinhamento estratégico combina bem com o que foi o encontro, porque conseguiu ampliar o nosso nível de consciência, conseguimos aumentar o número de participação de núcleos – tivemos quase 60 cidades do Brasil e exterior representadas aqui. Foi um momento em que todas ficaram na mesma página. Agora nós realmente vamos para o Planejamento Estratégico para 2022 com mais subsídios e mais confiantes de que ele tenha uma aderência maior por todas. Nós realmente fomos do ‘progresso para a ordem’, diz a CEO.

Para Luiza Helena Trajano, o sentimento é de gratidão e alegria. “Fazia muito tempo que as pessoas não se viam e foi uma alegria muito grande, o ambiente favoreceu muito, as agendas ajudaram e o grupo foi muito cooperativo. Participaram mulheres de muitas cidades brasileiras e também de vários países e isso é muito gratificante. O objetivo era estabelecer esse alinhamento, uma troca de experiências que nos proporcionasse dar um grande salto para que a gente atinja cada vez mais o nosso objetivo, conclui a líder, ressaltando que uma das metas ainda para esse ano é atingir a marca de 100 mil mulheres participantes.

A reunião de Alinhamento Estratégico teve o patrocínio das empresas: Magalu, Dior, Clear Sale, Banco Pan, Faber Castell, Gol, Ypê, Yara, C&A e Flormel.

*Foto: Alice Coutinho

2 respostas para “Alinhamento Estratégico – porque juntas sempre somos mais fortes!”

  1. Foi um dia muito criativo e produtivo. Planejar significa ter um rumo, uma estratégia para persegui-lo, mas estar aberto para caminhos que abram novas possibilidades.

  2. Adriana Netto disse:

    Foi um evento renovador, onde atualizamos princípios em prol de um país mais justo e menos desigual. O poder feminino mostrando a sua força. O alinhamento foi fundamental para mostrar que a nossa sinergia está presente no país inteiro. Orgulhosa em fazer parte!!🙏💙💛

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.