Humanização recupera presos

Políticas Públicas

A humanização do sistema prisional é um dos passos mais importantes para reintegrar o preso à sociedade. Por meio do núcleo de Belo Horizonte o Grupo Mulheres do Brasil apoia o método APAC (Associação de Proteção e Assistência ao Condenado).

 

Nessas instituições, existe a forte participação da sociedade na recuperação do preso, que tem acesso a boas condições de trabalho, estudo, saúde e assistência jurídica e religiosa. Atualmente, existem 39 APACs em Minas Gerais, e queremos que esta iniciativa alcance todo o país.

 

O custo de cada preso nas APACs é de um terço do valor das vagas em presídios convencionais. Além disso, a reincidência em crimes cai para 15%, contra 70% na média das penitenciárias do país. Auxiliamos na divulgação das APACs, incentivamos doações e auxiliamos no aperfeiçoamento de suas práticas de gestão.

FAZEMOS ACONTECER

Esse é um projeto do Núcleo Belo Horizonte.
Quer saber mais? Entre em contato com belohorizonte@grupomulheresdobrasil.org.br.

Cada mulher conta.