Ação: Comite Direitos da Mulher

Núcleo Dublin

Data da ação

De 01/09/2021 a 30/10/2021

O que

Alteração do Nome do Comitê de Combate a Violência para COMITE DIREITOS DA MULHER

Por que

O nome do comitê trazia uma certa confusão sobre o trabalho que podemos de fato desempenhar aqui em Dublin. Membros de algumas instituições nos abordaram na expectativa de que podemos agir para dar abrigo, assessoria jurídica e doações diversas para mulheres vítimas de violência. Percebemos que a falta de informação sobre o que as mulheres tem direitos como imigrantes na ilha é um fator importantíssimo. De fato, informação é a chave para o protagonismo feminino em diversas esferas e aqui não poderia ser diferente. Notamos que ao trazer informação, conseguimos também chamar atenção para os demais tópicos que envolvem o combate a violência. Ouvimos que a resistência na participação estava também associada ao peso do tema, a um certo "pre-conceito" na que diz respeito à violência. É sabido que muitas mulheres não se vêem como vítimas de violência e como tal, não querem também serem vistas como vítimas. O que temos aqui, é uma situação em que nem a voluntária, nem a pessoa que está passando pela situação, querem ser conectadas com “a violência” por verem esse tópico como pesado ou não parte de sua realidade. Algumas pessoas relataram dificuldade em lidar com as questões emocionais que despertam gatilho.

Para que

Para gerar mais aderência ao Comitê e também para ter uma abordagem mais ampla em relação a a violência de gênero.

Para quem

Para todos os Núcleos que sintam que essa mudança seria beneficial a eles.

Recursos necessários

Alteração do nome e aprovação do Expansão.

Desafios

Atuamos um ano na causa e tínhamos dificuldade de adicionar pessoas.

Resultados alcançados

Apos a alteração do nome tivemos a aderência de 19 novas voluntárias após um ano trabalhando com o Comitê de Combate.

Fotos da ação replicável

Arquivos

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.